020

 

 

De riacho passou a rio
Sem notar e sem engano
A gota transformou num enorme oceano

Num mar de carinho a navegar
Me procuravas e eu me dei
E contigo o meu EU encontrei
És o desejo e eu sou a sede de amar.


És assim
Um sonho para mim
Sempre a pensar em você
Desde o amanhecer
Ou anoitecer

Até quando EU me deito
Sinto-te ao pé de mim
No meu belo sonho
Sempre te toco
E dou o mais doce e belo beijo

 

001a

018

                                                                                                                                            ( António Maia )

 

publicado por RO ALMADA às 23:26