A LIÇÃO DA BORBOLETA

A natureza é perfeita, como toda a criação de Deus. Diante de tanta perfeição, às vezes até ficamos espantados.

Cada vez, um homem, admirado com uma pequena abertura que apareceu num casulo, sentou-se e ficou a observar o nascimento de uma borboleta. Durante horas contemplou o esforço do pequeno ser que tentava passar o seu corpo através de um buraco muito pequeno no casulo.

Comovido com tal esforço da natureza, o homem decidiu ajudá-la. Pegou numa tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta pôde sair com muita facilidade, mas o custo foi muito alto. O seu corpo estava murcho, fraco e tinha as suas asas amassadas, fragilizadas e incapaz de voar.

O homem percebeu que ela precisava de passar por aquele processo natural para formar o seu corpo.

O casulo apertado e o esforço necessário à borboleta  era o modo e a maneira de o fluído do corpo dela passar para suas asas. Assim, estaria pronta para voar, uma vez que estivesse livre do casulo.

 

Moral: Para amadurecer, é preciso enfrentar as dificuldades e superar os problemas. Algumas vezes, o esforço é precisamente aquilo de que precisamos nas nossas vidas. Se Deus nos permitisse atravessar os obstáculos da vida sem qualquer dificuldade. Ele deixar-nos-ia aleijados, incapazes de mostrar nossa beleza. Nós não seríamos tão fortes como deveríamos ser. 

publicado por RO ALMADA às 16:06