Andava só e entristecido
    Do mundo só queria o meu canto
    Andava triste e retraído
    No mundo procurava algum encanto.

    Comecei a procurar a felicidade
    Procurava o que desejava conhecer
    Nas tuas doces palavras
    encontrei o maior prazer
    Palavras quentes e viciantes
    Palavras que não consigo de deixar de ler.

    Na minha vida a felicidade chegou
    Algum tempo já passou
    Do passado não tenho saudade
    Sinto bem melhor como estou.

    O passado quero esquecer
    Passado que não me deixou saudade
    A alegria foi em te conhecer
    Por seres a minha doce felicidade.

    Contigo encontrei esperança
    Contigo eu sou feliz
    És uma doçura de mulher
    És a felicidade que sempre quis.

                                  (António Maia)

publicado por RO ALMADA às 18:51