.

No calor de seu abraço...
Meu repouso.

Em sua boca 
Agasalho minha sofreguidão...

É você 

Minha mais  inusitada inquietação.

O cheiro da sua pele aromatiza o ar.
 Com sua presença tão ansiada.

O tempo se eterniza...

Enquanto as horas estagnam-se.

Você não vem.

Na espera vã sua ausência é suplício.

Confissão e desejo quase incontidos.

Pecado!!

Ato de contrição...

Fecho os olhos.

Faço silencio...

Na tentativa de ouvir seus passos.

Perdão!

Não quero absolvição.

Apenas quero  sentir...

O pulsar apressado do seu coração.

Dizendo-me: 

Estou com saudade!


       (Socorro Carvalho)


Essa é minha amiga, estudiosa, talentosa, inteligente, guerreira...

Tem o dom da palavra....

Ufa! É tudo de bom! 

publicado por RO ALMADA às 11:00