.(Foto: António Maia)

 

 

Se ao menos eu soubesse

 

O que estou eu a sentir

 

Diria a todos esse sobe e desce

 

Desse nefasto sentimento que está a surgir.

 

 

 

Sinto-me amada

 

Realizada no amor

 

De resto não sei nada

 

Só a sensação de pavor.

 

 

 

Aqui, amigos não tenho

 

Pois longe estão

 

Vibro e me contenho

 

No que manda meu coração.

 

 

 

Penso em demasia

 

Talvez por não ter muito o que fazer

 

Vivo criando fantasia

 

Mas sinto que devo parar de sofrer.

 

(Rô Almada)


 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por RO ALMADA às 12:29